Veja abaixo algumas orientações que podem te ajudar. Se você procura algo que não está na lista ou sua dúvida não foi respondida aqui, acesse agora mesmo o Canal de Ajuda on-line e converse com nossa equipe de psicólog@s: www.canaldeajuda.org.br

CIBERBULLYING (INTIMIDAÇÃO NA INTERNET)

VOCÊ SABE O QUE É CIBERBULLYING?

O ciberbullying, assim como o bullying, é também uma forma de violência. A diferença é que acontece no espaço da Internet. Nessas situações, é necessário ter cuidados, pois pode causar sofrimento para quem está passando por isso. Crianças e adolescentes podem usar celulares, câmeras fotográficas, Internet e redes sociais (como Facebook, Orkut e etc.) para divulgar conteúdos que ofendem, humilham e ameaçam as outras com fotos, vídeos ou comentários violentos, causando vergonha e intimidação.

Ciberbullying não é brincadeira, porque só existe brincadeira quando todos os envolvidos se divertem. Quando uns se divertem e outros sofrem e são maltratados, então é preciso que os adultos saibam o que está acontecendo e possam ajudar as crianças a resolver essa situação.

O QUE FAZER QUANDO ESTOU PASSANDO POR ISSO?

É importante entender que o ciberbullying não é uma "brincadeirinha" e pode trazer problemas para quem sofre a agressão e para quem faz, pois a pessoa que realiza também pode estar passando por dificuldades. Além disso, é necessário que você entenda que não é culpado(a) e receba ajuda dos seus familiares, professores e amigos. Dessa forma, você poderá se sentir mais confiante para encarar esse problema. No Helpline BR você pode conversar sobre isto com uma equipe de Psicólog@s. Fique tranquilo(a) que a conversa é sempre mantida em segredo para sua proteção.

COMO EU POSSO DENUNCIAR O CIBERBULLYING?

Ciberbullying pode ser denunciado e os responsáveis podem ser punidos, porém é importante pensar que talvez a criança ou o adolescente que postou esse conteúdo de insultos e humilhações também pode estar passando por alguma dificuldade, e que precisa de orientações para que não faça mais isso com outro(a) colega. O melhor é resolver com educação e não com punição.

Quando os envolvidos são crianças ou adolescentes, os pais e/ou responsáveis de confiança precisam ser informados para auxiliar você na solução do problema. A escola pode ajudar a prevenir com ações educativas, como palestras e grupos, para que se promova o respeito na comunidade escolar. Você também pode ajudar, divulgando este site e as dicas de nossa cartilha para seus amigos e professores.

É importante que a escola, a família e os amigos, que sabem do ciberbullying, discutam sobre o tema e ajudem a parar esta violência que você sofreu, resolvendo a situação o mais rápido possível. Ao te ajudar, eles também estão evitando que isso aconteça com outras crianças e adolescentes. Quando você não sabe quem praticou o ciberbullying e/ou não há espaço para resolver o problema conversando na escola ou na turma, você deve ir com um adulto de confiança ao Conselho Tutelar, Ministério Público ou Delegacia de Polícia mais próxima de sua casa. Lá seus pais e/ou responsáveis poderão relatar a situação e ajudar a resolvê-la.

Voltar ao topoVoltar ao topo

SEXTING (SEXUALIDADE NA INTERNET)

O QUE É?

Sexting é uma forma de expressar a sexualidade, na qual adolescentes e jovens usam a Internet e seus aparelhos celulares para produzir e publicar fotos sensuais de seus corpos (nus ou quase nus). Envolve também a troca de mensagens de texto eróticas, com convites e brincadeiras sexuais entre namorados(as), pretendentes e/ou amigos(as). Sexualidade e sexo não são a mesma coisa! Sexo é uma das expressões da sexualidade já amadurecida, que envolve a escolha de um(a) parceiro(a) e que pode acontecer a partir do desenvolvimento para um corpo adulto, quando já conquistada certa segurança emocional.

Já a sexualidade está presente em todos os momentos do nosso desenvolvimento, mas com características diferentes em cada etapa da vida. A sexualidade na criança, por exemplo, é muito diferente da sexualidade no adulto. É interessante conversar com uma pessoa adulta em quem você confia e se sinta bem para tirar dúvidas sobre sua sexualidade. Talvez alguns adultos não se sintam à vontade em falar sobre esse assunto, mas é necessário mostrar a eles o quanto essa ajuda pode ser importante para que você se sinta mais seguro(a), confiante e possa se desenvolver com responsabilidade.

NO AMBIENTE VIRTUAL...

Em muitos casos, a descoberta da sexualidade na adolescência conta com a ajuda de amigos nas redes sociais (como por exemplo Orkut, Facebook e Twitter), de respostas obtidas nos buscadores (como o Google por exemplo) e de conversas íntimas feitas com conhecidos virtuais. Isso pode ser interessante, desde que haja sempre orientação e diálogo com pais, professores e/ou adultos de confiança, pois isso permite uma descoberta responsável e segura. As informações que buscamos na Internet não substituem os conhecimentos positivos que um diálogo com um adulto pode trazer. E lembre-se: nem todos são amigos na rede!

A sensação de estar anônimo através da tecnologia (Internet, celular, etc) pode fazer com que as pessoas tenham menos vergonha em falar algumas coisas ou em se mostrar um pouco mais. Mas nem sempre quem está do outro lado da tela é quem pensamos ser... Por isso, é importante ter muito cuidado ao postar algo na rede. Você colocaria fotos íntimas no mural da escola ou sairia distribuindo essas fotos por um shopping center? E por que então fazer isso na Internet, espaço que também é público? O que publicamos na Internet pode circular muito além do que imaginamos num piscar de olhos!

Ainda que fotos, vídeos e textos mais íntimos sejam enviados apenas para pessoas próximas, você deve pensar direito antes de mostrar a alguém coisas que você não gostaria que todos pudessem ver. Alguém pode guardar isso e usar para te prejudicar. Pense bem antes de gravar! Pense bem antes de publicar!

Você convidaria um estranho para entrar em sua casa? E por que então usar a webcam com pessoas que você não conhece? Mesmo com pessoas conhecidas, é interessante ter cuidado com o que vai mostrar, pois as imagens podem ser gravadas e usadas de forma mal intencionada, hoje, amanhã e daqui há muitos anos também.

O QUE FAZER EM SITUAÇÕES DE RISCO?

Se você ou algum conhecido publicou alguma foto íntima e se arrependeu, busque ajuda de um adulto de confiança o quanto antes para poder se proteger. Se alguém publicou fotos suas sem sua autorização ou se você foi forçado(a) a fazer algo que não queria, mais importante ainda buscar ajuda.

TTodos podem cometer erros, mas não podemos deixar um erro se repetir ou se tornar um problema ainda maior ignorando ou não pedindo ajuda. Você tem o direito de manter sua imagem e interromper maus usos que fizerem dela.  No Helpline BR você pode conversar sobre isso com uma equipe de Psicólog@s. Fique tranquilo(a) que a conversa é sempre mantida em segredo para sua proteção.

Saiba que é crime produzir, guardar, vender ou publicar fotografias com cenas de sexo ou do corpo sem roupa com intenções sexuais envolvendo crianças e adolescentes, seja qual for o meio de comunicação, inclusive a Internet. Por isso, se você vir alguma imagem ou vídeo deste tipo na rede, conte a seus pais ou responsáveis por você, para que eles denunciem!
Se as fotos ou vídeos estiverem em sites ou perfis abertos, denuncie através do endereço http://www.safernet.org.br/site/denunciar.

Se não for algo que pode ser acessado por qualquer pessoa (como por exemplo, e-mail, P2P, páginas privadas ou bloqueadas), chame um adulto de confiança, preservem todas as provas e peça para que ele procure a Delegacia de Polícia Civil mais próxima de onde você mora. Se houver alguma Delegacia Especializada em Crimes Cibernéticos em sua cidade, é interessante registrar a ocorrência lá.

Confira neste link se em sua cidade existe alguma: http://www.safernet.org.br/site/prevencao/orientacao/delegacias.

Caso queira ter mais orientações, entre em nosso canal de atendimento e converse conosco!

Se alguém está te forçando a fazer ou enviar imagens sem roupa ou em cenas de sexo, não tenha medo de dizer "não" para esta pessoa e de contar a seus pais ou a algum adulto de confiança, para que eles possam te proteger e denunciar este crime!

Lembre-se de que é muito importante ter cuidado com os encontros marcados com pessoas que você conhece apenas virtualmente. Nem sempre as pessoas são quem pensamos ser... Por isso, caso queira realmente conhecer um(a) amigo(a), peça para que um adulto de confiança vá com você, marque em um lugar público e avise a seus pais ou responsáveis aonde e com quem você está indo. Infelizmente existe gente mal intencionada, que se faz passar por quem não é para fazer mal e machucar crianças e adolescentes. Ficando atento(a) a essas dicas, você evita vacilos e pode aproveitar as coisas incríveis e divertidas que a Internet pode oferecer. Aproveite!

Voltar ao topoVoltar ao topo

USO EXAGERADO DA INTERNET

O QUE É?

Cada vez, mais boa parte da nossas atividades acontece on-line. A gente estuda, ouve música, assiste filme, joga, namora, se diverte e se comunica na Internet, seja pelo computador, celular, videogame ou tablet. Para ficar apenas com a parte boa das tecnologias, precisamos saber usar com responsabilidades e limites, para não prejudicar nossa saúde nem nossos estudos.

Quando todo o tempo livre que tem é usado para ficar on-line ou jogando e você não consegue parar, se desconectar, nem fazer outras atividades, como estudar, ir ao cinema, fazer um esporte ou conversar pessoalmente com os amigos, então é hora de pensar: será que o prazer de usar a Internet virou um vício? Estou mais ganhando ou perdendo coisas ao ficar tanto tempo conectado?

Para saber reconhecer o limite do uso da Internet, é preciso estar atento a 4 características importantes:
- Usa muito tempo seguido, deixando de dormir mais para ficar conectado até tarde da noite;
- Não consegue controlar o uso, você só pensa em continuar conectado e quando não está, só pensa na hora em que vai poder usar;
- Esse uso se torna repetitivo, apesar de parecer prazeroso; você é capaz de ficar horas e horas, por exemplo, num mesmo jogo, dias seguidos fazendo a mesma coisa. Seu uso fica pouco criativo;
- Deixa tudo de lado para estar conectado ou jogando, deixando amigos e outras atividades sempre para depois.

O QUE FAZER?

A Safernet Brasil perguntou aos jovens se eles passam muitas horas conectados. 55% acham que usam a Internet tempo demais e 22% dizem que não imaginam a vida sem Internet (Safernet Brasil, 2008). Isso quer dizer que a Internet veio para ficar e é muito difícil viver sem ela.

Acontece que, quando se exagera no uso da Internet, isso atrapalha outras atividades que também são importantes e pode prejudicar nossa saúde, especialmente nossos olhos, nossa postura e nossos músculos.

É preciso prestar atenção para saber se sua vida on-line está atrapalhando sua vida off-line.

Observe alguns desses sinais:

  - Queda das notas e dificuldade de concentração na escola;

  - Diminui o tempo que passa dormindo, demora para querer dormir;

  - Não consegue cumprir rotina como hora de comer, estudar, tomar banho, arrumar o quarto;

  - Dificuldade em controlar, diminuir ou interromper o tempo que fica conectado;

  - Sente irritação e ansiedade quando não pode ficar conectado.

Pare e se pergunte: Como estou usando meu tempo livre? Se a resposta é “todo na frente do computador”, é nessa hora que será preciso pedir ajuda. Muitas vezes, estamos tristes e sofrendo, esperando que, com o tempo, a situação melhore. Nessas horas, vale a pena procurar alguém em quem confie para desabafar. É legal também contar com a ajuda de um profissional que pode ajudar a descobrir o que está deixando você triste. No Helpline BR você pode conversar sobre isso com uma equipe de Psicólog@s. Fique tranquilo que a conversa é sempre mantida em segredo para sua proteção.

COMO PREVENIR?

É muito importante fazer coisas divertidas e prazerosas como passear, conhecer lugares novos, praticar um esporte, ir ao cinema, encontrar amigos numa festa ou em outros lugares que costumam ir, como shopping, clube, praia e etc. Muitas vezes deixamos de fazer coisas como essas e esquecemos o quanto elas são importantes. Namorar e encontrar amigos pela Internet pode ser legal, mas não substitui andar de mãos dadas ou receber abraços e beijos, ver um sorriso de perto e perceber o olhar carinhoso dos nossos amigos.

A melhor maneira de crescer com saúde é aproveitar a diversidade da vida, passar por diferentes experiências e aprender com elas. A Internet pode ser mais um lugar legal de viver, mas não o único e exclusivo lugar para ser feliz. Regras e limites podem ser chatos, mas é fundamental quando estamos crescendo. É muito importante combinar com os pais ou responsáveis as regras e limites para o uso da Internet. Separe sempre parte do seu tempo livre para fazer outras atividades que goste no mundo off-line. Você não vai se arrepender! Lembre que a Internet dificilmente vai acabar, mas sua adolescência certamente vão passar. Aproveite cada fase!

Voltar ao topoVoltar ao topo

CONTEÚDOS IMPRÓPRIO

O QUE SÃO CONTEÚDOS IMPRÓPRIOS?

São fotos, vídeos, jogos, textos ou mensagens considerados violentos e inadequados para menores de 18 anos. É muito importante saber filtrar as coisas bacanas na Internet de forma segura e responsável. Mesmo que seja por curiosidade, é preciso saber que conteúdos violentos e restritos para adultos podem comprometer o seu desenvolvimento saudável, além de poder te colocar em situações de perigo.

COMO ISSO PODE ME AFETAR?

Em cada etapa do nosso crescimento, apresentamos características específicas. Nossa capacidade de entender as coisas e de ter liberdade para frequentar certos ambientes depende de nossa maturidade e de nosso desenvolvimento. Da mesma forma que no parque de diversões existem certos brinquedos que não permitem que crianças ou pessoas de certa altura utilizem, há filmes, programas de televisão e sites que não são feitos para menores de 18 anos. Tudo tem seu tempo, não precisamos ter pressa.

Acessar conteúdos violentos e pornografia adulta pode parecer “nada de mais”, mas também pode trazer prejuízos ao nosso desenvolvimento e saúde. É como aquele velho ditado: “O barato sai caro!”. O prejuízo pode demorar para aparecer, mas quando aparece pode dar bastante trabalho para resolver.

Ter acesso a conteúdos que não são próprios para sua idade pode te colocar em situações perigosas, como por exemplo, o contato com pessoas mal intencionadas, que podem te machucar ou fazer sofrer. É natural ter curiosidade para experimentar coisas novas e que estimulem a imaginação. Porém, é importante saber que vale a pena respeitar os limites.

QUEM PODE ME AJUDAR A ENTENDER SOBRE ISSO?

Conversar com um adulto de confiança sobre dúvidas relacionadas a sexualidade, ao conhecimento do próprio corpo e curiosidades sobre os assuntos “estranhos” pode ser muito divertido e bem mais seguro do que entrar em qualquer site bizarro.

A Internet é um ótimo meio para conversar com amigos, jogar, assistir a vídeos, escutar música, informar-se e fazer pesquisas. Às vezes evitamos pedir ajuda ou conversar com algum amigo, familiar ou professor sobre algo que nos incomoda ou nos envergonha e, com isso, buscamos a solução na Internet. Mas cuidado! Nem sempre acessamos sites confiáveis para entendermos nossas dúvidas. Não é por que está na Internet que é verdade!

Está com dúvidas sobre quem procurar? Você pode acessar agora mesmo o www.canaldeajuda.org.br e conversar sobre isso com nossa equipe de Psicólogas! É gratuito e seguro! Pode confiar ;)

Voltar ao topoVoltar ao topo

DENÚNCIA

COMO DEUNICIAR?

A Internet não pode ser vista como uma terra sem lei, onde pessoas agridem as outras e desrespeitam as leis sem nenhuma preocupação. Precisamo lembrar sempre que as violações que ocorrem no ciberespaço também devem ser combatidas e denunciadas. Se você estiver navegando na rede e encontrar vídeos, fotos, comentários ou perfis com humilhação, intimidação, ameaça, violência sexual ou qualquer outro tipo de agressão, denuncie. Sua denúncia pode ser feita presencialmente ou na própria internet (não precisa se identificar):

Caso a integridade física da criança/adolescente esteja em risco, a denúncia também pode ser feita ao Disque 100, pelo telefone, para que a vítima se encontre em segurança o mais breve possível.

Para realizar uma denúncia no portal da SaferNet Brasil, o procedimento é muito simples: você deve escolher que tipo de conteúdo deseja denunciar e, ao clicar em uma das opções, você deve colocar apenas a URL (endereço da página) e alguma observação que queira fazer. Após o envio, nosso sistema gera automaticamente um número de protocolo que permite ao(à) denunciante acompanhar o andamento da denúncia em tempo real. Sugerimos que guarde com bastante cuidado o código que será fornecido e não o divulgue para ninguém, pois esta é a única forma de sua denúncia continuar anônima.

A SaferNet Brasil agradece pela sua colaboração e disposição em colaborar na construção de uma Internet mais segura.

Se está na dúvida sobre como e o que denunciar, fale com nossa equipe do Helpline

www.canaldeajuda.org.br

Voltar ao topoVoltar ao topo

PRIVACIDADE

A Internet é incrível! Podemos expressar nossas opiniões, ideias, curtir e compartilhar o que gostamos. Mas qual será o limite do que é seguro publicar? Será que vale a pena mostrar tudo para todo mundo?

Mesmo que você publique fotos, vídeos ou textos APENAS para sua própria lista de contatos, achando que é “privado”, as informações podem correr mundo afora num piscar de olhos! Já parou para pensar quantos desses amigos que estão em sua lista são pessoas próximas a você? Pense em todos os seus amigos das redes sociais. Agora pense: Para quem e para quantos deles você contaria um segredo, por exemplo? Com quantos você realmente pode confiar e tem total garantia de que vai guardar este segredo?

Assim como praças, ruas e shoppings, a Internet é um grande espaço público, onde milhões de pessoas podem ter acesso a informações que você publica. As redes sociais famosas têm mais de 1 bilhão de pessoas (1.000.000.000 = Muuuuuuita gente!) Por ser tão grande e tão pública, as redes sociais podem te colocar em risco se você publica muitos detalhes como nome da escola, endereços, check-in e telefones. A internet é como um grande fofoqueiro, não guarda segredos. Uma vez na rede, é muito difícil ter controle sobre o destino das informações que você publicou. Na rede, daqui para a China é um pulo. Fique atento(a) e pense bem antes de publicar.

É POSSÍVEL MANTER A PRIVACIDADE ON-LINE?

Sim, é possível! Veja as dicas que podem te ajudar a manter sua privacidade na rede:

  • Pense bem antes de publicar informações pessoais que possam te identificar facilmente, como endereço, telefone ou nome da escola onde estuda (isso vale para a foto de uniforme);
  • Evite registrar ou publicar fotos íntimas, com pouca roupa ou que possam te causar vergonha caso todos tenham acesso. Uma vez na rede, é quase impossível controlar e deletar essas imagens;
  • Cuidado ao adicionar pessoas desconhecidas sem nenhuma referência. Nem sempre quem está do outro lado da tela é mesmo quem diz ser;
  • Não compartilhe suas senhas, mesmo que seja com pessoas de confiança. Troque suas senhas de tempos em tempos e lembre de misturar letras, números e outros caracteres. Ex: 5enh@ ou Jo@n@10;
  • Leia os Termos de Uso dos sites e aplicativos que você usa. Fique ligado(a) em seus direitos e deveres ou ao aceitar as regras. Não caia na tentação do “Próximo, próximo, próximo + ACEITO!, sem ler linha alguma. Seja consciente! Leia antes de aceitar;
  • Lembre que não é legal sair marcando todo mundo nas fotos sem nem saber se a pessoa quer aparecer. Não é porque é fácil fotografar que podemos usar as imagens dos outros sem autorização. Respeite os limites dos outros. Nem todo mundo quer ser celebridade.

Se vazaram fotos suas sem sua permissão e isto está te causando problema ou se estão te ameaçando com dados roubados de sua conta on-line, acesse nosso Canal de orientação Helpline que tentaremos te ajudar. É seguro, privado e gratuito: www.canaldeajuda.org.br

Voltar ao topoVoltar ao topo

JOGOS ON-LINE

A Internet possui muitos benefícios, sendo um espaço fantástico para o nosso aprendizado e diversão. Os jogos são uma ótima oportunidade para brincar e se divertir! Eles dão uma sensação de prazer e a vontade de querer jogar sempre mais, sem parar. Por isso, é importante ter alguns cuidados. O uso descontrolado de games pode prejudicar outras atividades importantes da vida, como o esporte, sair com amigos, ir ao cinema e, por que não, ficar sem fazer nada ;)

Jogar sem controle pode ser uma forma de fugir de problemas para se sentir melhor, esquecendo algo que não está bem ou que não sabemos como lidar. Porém, essa não é a única alternativa para lidar com nossas dificuldades.

É muito importante ficar atento(a) ao seu próprio uso dos jogos. Se você sofre e fica muito incomodado(a) quando não pode jogar, perdendo a vontade de fazer qualquer outra coisa, talvez seja bom conversar com um adulto de confiança para pedir ajudar. Lembre-se de que, além dos games, existem muitas outras coisas legais para fazer e curtir longe do controle, do teclado e das telas!

TOP 10 - DICAS PARA JOGAR COM SEGURANÇA:

  • Games são muito legais, mas conversar e brincar com os amigos fora do espaço on-line também é uma ótima oportunidade para se divertir!
  • Lembre-se sempre de que é apenas um jogo! Não tem nada de errado em perder algumas partidas!
  • Respeite outros usuários que também estejam no jogo, assim você também será respeitado(a) e poderá desfrutar de um ambiente amigável. Seja um(a) bom(a) competidor(a)!
  • Em partidas de jogos on-line, algumas pessoas podem ser maldosas para conseguir ganhar. Não deixe ninguém triste ou envergonhado só para se beneficiar. Mantenha o respeito!
  • Para sua segurança, quando estiver jogando em sites, utilize um apelido para se cadastrar em vez de usar nome real. Lembre-se de não fornecer informações pessoais como nome completo, endereço, telefone ou nome da escola onde estuda.
  • Tenha muito cuidado com os amigos que faz através dos games. Nunca sabemos se quem está do outro lado da tela é quem parece ser. Pessoas não confiáveis e mal intencionadas podem te colocar em perigo.
  • Confira a faixa etária do jogo. É muito mais seguro brincar com games que sejam para sua idade!
  • Leia os Termos de Uso do game que você joga. Fique atento(a) aos seus direitos e deveres ou ao aceitar as regras do jogo. Seja consciente!
  • Muito cuidado com jogos que solicitam compras de produtos, pois você pode perder o controle e se prejudicar financeiramente.
  • Namorar através de jogos pode ser divertido, mas não substitui momentos prazerosos e presenciais com alguém que você goste!

Aproveite para jogar com o QUIZ e conferir seu perfil de jogador(a).

Se você estiver passando por alguma situação de risco relacionada à Internet, a equipe do Helpline está conectada para te ajudar. Entre no canal on-line e converse conosco: www.canaldeajuda.org.br

Curtiu? Divulgue para os seus amigos!

Voltar ao topoVoltar ao topo